19 de setembro de 2018

LUCIANO FRANÇA NA FAMASUL

O poeta Luciano França, membro da Academia Palmarense de Letras, visitou esta noite (19/9/2018) o curso de Letras da FAMASUL.

Nas turmas de Teoria da Literatura I e Literatura Brasileira II, acompanhado do professor Admmauro Gommes, o poeta recitou alguns de seus poemas com tal desenvoltura que foi aplaudido várias vezes. 

Em ambas as turmas, foi abordado sobre seu processo de criação. Segundo ele, escrever um poema é algo parecido com a realização de um parto. E continuou: “É automergulhar-se, submergir em si mesmo, ou seja, buscar o belo que há em mim para traduzir o belo exterior.” Considerou ainda que o processo criativo é demorado para se aproximar da perfeição e que, às vezes, passa uma madrugada para compor um poema. 

Dentre os textos poéticos apresentados, Luciano recitou um que tem as seguintes estrofes na parte inicial: 

Só quem anda para frente 
Chega ao fim que planejou 
Com firme propósito na mente 
Sem vacilar na fé, certamente 
Há de ser um vencedor.

Só quem sonha mira as estrelas 
Embora sem asas para alcançar 
Aos olhos carnais é impossível tê-las 
Basta a emoção da alma só por vê-las 
E crer no Criador que as colocou lá.

Só quem tem coragem renhida  
Há de vencer a beleza mordaz 
E resistir bravamente. 
Toda topada na vida 
Nunca te empurra pra trás 
Se creres o quanto és capaz 
Sentirás um impulso pra frente. 






 


15 comentários:

  1. Agradecemos ao nobre poeta e acadêmico da APLE, Dr. Luciano França, pela visita que fez ao curso de Letras da Famasul em brilhantes recitações de seus poemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dileto Amigo e Nobre Irmão "Apleano", Prof. ADMMAURO GOMMES, não disponho de palavras condizentes à dimensão de minha ALEGRIA em torno da oportunidade da visita aos seus "Notáveis Discentes da FAMASUL" e não menos à elevação da FELICIDADE que impactou o meu coração pela homenagem em suas aulas. Impõe-se-me confessar que (reputado ao imerecido titulo de "POETA", que NÃO SOU senão um "ENXERIDO A FAZER VERSOS") nunca me senti TÃO VIVO, posto que costumeira e oportunamente homenageiam-se poetas "DEPOIS DE MORTOS". O seu apreço e acolhimento a mim no "seio de suas aulas", ENQUANTO VIVO, amaciou o "MEU EGO HUMANO" com tanto CARINHO FRATERNAL que só lamento não ter podido corresponder às expectativas de sua credibilidade, ademais, quando uma "tão esfuziante emoção" arrebatou-me do equilíbrio na "declamação de alguns poemas" e eu não consegui finalizar. Pudera! Logo naquele dia em que, "à aurora da manhã"[pleonasmo] em habitual "solilóquio com DEUS", tinha me posto ao sacrifício do "JEJUM" até o pôr-do-sol. Destarte, tenho por justificada a "minha fragilidade humana" no que resultou em meu "fracasso poético" naquela ocasião. Condeno-me, pois, poderia ter FEITO MELHOR. A única expressão de que posso dispor agora para externar o meu RESPEITO e ELEVADA CONSIDERAÇÃO por você, querido amigo, será sempre: "QUANDO EU CRESCER, QUERO SER COMO VOCÊ!". Muito Obrigado.

      Excluir
  2. Diante da data 19/09/2018 na Faculdade Famasul de Formação de Professores no V período de letras , tivemos na aula de literatura brasileira II , a presença e privilegio do poeta Dr.Luciano França, a qual abordou alguns dos seus poemas ,dentro de todos as poesias assistidas teve a última que chamou atenção que foi ´´topada ``, repassar fatos com tanta realidade da vida, na qual encontraremos pedra no caminho na nossa vida , mas não para empurra para trás , e sim para frente, através do aprendizado as poesias expostas verbalmente na sala de aula, temos características do Romantismo, como sentimentalismo encontrado na segunda estrofe do nono verso( basta a emoção da alma só pro vê-las) religiosidade na primeira estrofe do quarto verso (Sem vacilar na fé, certamente), sempre voltada para o eixo do idealismo (perfeição), o artista expõe seu mundo interior . Além disso, foram feitos perguntas para poeta, uma das foi, o que é inspiração? disse é auto mergulhar-se dentro de si mesmo, buscando o belo de mim, para traduzir que se ver de fora. Novas perguntas foram feitas também pelo nosso docente Admmauro gommes, se alguns poemas duro muito tempo para ser concluído? Luciano declaro que sim, longo tempo para escrever o correto, diante do profundo pensamentos, Admmauro complemento também que é sim necessário tempo pela busca da perfeição, a escolha da palavras certa no lugar certo, dentro de métrica.
    Portanto, ambos poetas nuns mostrar o belo dos poemas, através das profundas metáforas com o idealismo citadas nos poemas, para Oswald de Andrade diz: ``Aprendi com meu filho de 10 anos que poesia é o descobrimento das coisas que nunca vira antes ``. Dr. Luciano deixa claro que é necessário o poeta enxerga com a alma, fora das dimensões comum dia-a-dia da sociedade.
    LEONARDO CARDOSO DE LIRA
    PERÍODO: V PERÍODO DE LETRAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, Leonardo. Mostrou que entendeu completamente a importância desse momento poético com fundamentação estética.

      Excluir
    2. Nobre Amigo LEONARDO CARDOSO, suas palavras em reflexo do que "assistiu naquela majestosa aula do Grande ADMMAURO GOMMES", este por quem nutro em meu coração imensuráveis RESPEITO e ADMIRAÇÃO, atingem-me o "EGO HUMANO" não possibilitando disfarçar o meu CONTENTAMENTO, ainda mais quando "julgado por uma sentença analítica " de respeitável lavra de um discente do Prof. ADMMAURO GOMMES. Permita expor a SINCERIDADE em minha confissão: EU PRÓPRIO NÃO SEI ME DEFINIR À LUZ DA ARTE POÉTICA, logo, nunca me senti SEGURO e muito menos com MORAL para dizer O QUE SOU ou como me CARACTERIZO no âmbito da LITERATURA BRASILEIRA. Agora, sim, depois de ler sua "SENTENÇA", sinto-me "JUSTIÇADO" por ALGUÉM com "OLHAR, CORAÇÃO e MENTE" privilegiados por conhecimentos invejáveis. Ouso "parafrasear" o "IMPARAFRASIÁVEL JESUS", dizendo com absoluta asneira (se for o caso de assim considerarem-me): TU NÃO ESTÁS DISTANTE DO ENCANTANTE REINO DA POESIA. Externo meu penhorado MUITO OBRIGADO.

      Excluir
  3. Foi um momento ímpar e indescritível, muito obrigada Dr. Luciano França por nos honrar com sua presença e por abrilhantar nossa aula com seus conhecimentos e seus poemas espetaculares👏👏👏👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edlene Lourdes 2° período de Letras.

      Excluir
    2. Srta. EDLENE LOURDES, o coração mais endividado, indubitavelmente, É O MEU. Não há MAIOR HONRARIA para um SER HUMANO que supere àquela ofertada por PESSOAS que "ENXERGAM e RECONHECEM" por singelo que seja "O BELO" que se expressa de todas as formas, entre as quais pela "MANIFESTAÇÃO POÉTICA". O seu "OLHAR e SENTIMENTO", em sua expressividade, diante do assistiu em mim, não vislumbraram nada mais do que apenas o "TRANSBORDAR DO BELO" que sempre EXISTIU EM VOCÊ. A POESIA, para mim, e deverá também ser para você, "A MELHOR DROGA" que nos compensa o "ENTORPECIMENTO" nos dias atuais. Parabéns por VOCÊ também se "evangelizar poeticamente", pois, o "ENCANTANTE REINO DA POESIA" está sempre acolhendo a TODOS. Desejo -lhe o bom gozo da saúde e da PAZ!

      Excluir
    3. Srta. EDLENE LOURDES, o coração mais endividado, indubitavelmente, É O MEU. Não há MAIOR HONRARIA para um SER HUMANO que supere àquela ofertada por PESSOAS que "ENXERGAM e RECONHECEM" por singelo que seja "O BELO" que se expressa de todas as formas, entre as quais pela "MANIFESTAÇÃO POÉTICA". O seu "OLHAR e SENTIMENTO", em sua expressividade, diante do assistiu em mim, não vislumbraram nada mais do que apenas o "TRANSBORDAR DO BELO" que sempre EXISTIU EM VOCÊ. A POESIA, para mim, e deverá também ser para você, "A MELHOR DROGA" que nos compensa o "ENTORPECIMENTO" nos dias atuais. Parabéns por VOCÊ também se "evangelizar poeticamente", pois, o "ENCANTANTE REINO DA POESIA" está sempre acolhendo a TODOS. Desejo -lhe o bom gozo da saúde e da PAZ!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Quero registrar que a aula dinâmica, trazida pelo Prof. Admmauro, de trazer em sala de aula o Poeta Luciano de França, foi de suma importância para nós do V período de letras; pois ,pelo conteúdo de seus poemas, pudemos identificar alguns pontos da matéria/assunto que estamos estudando no atual período.
    Além disso, num contexto geral, foi observado que o poeta referido acima deixou explícito uma característica particular, característica esta de que precisa de um esforço a mais de sua parte e um maior tempo para produzir o seus poemas. Observado na sua fala em " escrever um poema é algo parecido com a realização de um parto".
    Diante disso, o fato acima, na minha concepção, não vi como um defeito, mas sim uma característica diferenciada que , num outro âmbito, um poeta que recita improvisadamente, também tem sua característica própria(que, talvez, se pensar demais para criar tal poema, não o fizesse com tanta qualidade como o que foi feito no improviso), ou seja, existem várias formas de se criá-los.
    Como existem várias formas para tal feito, pudemos observar sua colocação quando afirma sua visão sobre a poesia "É automergulhar-se, submergir em si mesmo, ou seja, buscar o belo que há em mim para traduzir o belo exterior" é notorio que numa possível hipótese esse seja um dos motivos do tempo que leva a criar seus poemas, ou seja, aproveitar o decorrer de seu inicio, desenvolvimento e fim.
    Em suma, além de nos depararmos com algo diferente no que se refere à particularidade do poeta, alguns dos poemas recitados em sala têm traços do romantismo que serve de grande exemplo para analisarmos e colocarmos em prática o que vem sendo estudado.
    Luiz Roberto Santos Ambrósio
    V período de Letras.
    -repostado

    ResponderExcluir
  6. Lembrei de Sócrates ao se referir a maiêutica. E na verdade é isso mesmo, um parto começa apresentando contrações, são sinais de incômodo. A poesia que está no íntimo, golpeia o corpo para nascer/ser exposta. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Uma aula diferente, podemos assim dizer o professor Admauro com sua visão de mundo e experiência literária, nos presenteou trazendo o poeta Luciano França. Que recitou alguns de seus poemas, nos deixando maravilhados. Não foi difícil notarmos que o mesmo é um mestre da literatura, seus poemas bem elaborados, com métrica,rima, metáfora... e diante do que estamos estudando,o romantismo podemos descrever algumas de suas características: como a imaginação no poema A topada na vida. Na segunda estrofe (só quem sonha mira as estrelas) a religiosidade( é crer no criador que as colocou lá.) Emocionalismo quarto verso da primeira estrofe(com firme propósito na mente). O poeta nos respondeu às questões abordadas pelos estudantes, e em uma de suas falas que sempre pensa na sua esposa quando está escrevendo suas obras sempre lembra de sua amada esposa. E que escrever um poema para ele é muito demorado, é como um parto, é um filho, e por isso procura a perfeição. Dr Luciano muito obrigada por nós proporcionar uma aula diferente. Ao professor Admmauro Gomes nosso agradecimentos, mestre no que faz e sempre superando nossas expectativas. VIVIANNE SALES
    V PERÍODO DE LETRAS.

    ResponderExcluir
  8. A participação do poeta na noite oportuna acrescentou com ênfase os traços aspectos característicos do tema em questão romantismo. Como introdução das primeiras aulas vimos em questão que um texto romântico é aquele compreendido entre 1836 a 1881 sendo os demais textos com marcas presentes do emocionalismo,idealismo,subjetivismo,escapismo o que ao nos depararmos na aula com Luciano podemos constatar com objetividade o fundamento para essa tese. Esclarecedor a teoria com a prática, dessa forma abrilhantou ainda mais os conceitos que vimos às aulas anteriores facilitando a absorção do conhecimento
    com grande satisfação. Izackeline V Período.

    ResponderExcluir