19 de julho de 2018

ELIZANGELA TORRES E A POESIA DE ADMMAURO GOMMES EM PORTUGAL


Lisboa. A professora Elizangela Torres (Lagoa dos Gatos/PE) esteve em Lisboa, na manhã de hoje (19/7/2018) e doou à Biblioteca Natália Correia, que fica no Bairro Padre Cruz, na Freguesia de Carnide, dois livros do poeta pernambucano Admmauro Gommes: “Fernando Pessoa e o mar” (Bagaço/2015) e “O futuro da Poesia” (Inovação/2017). 

Entrega dos livros à bibliotecária










Na obra Fernando Pessoa e o mar (pág. 68), o poeta pernambucano aproveita um verso do grande bardo português e dialoga: 

Ah se” todo cais é uma saudade de pedra” 
como fica meu coração 
nos restos de rocha que o sal golpeia? 

Muito satisfeito com a emissária Elizangela, diz Admmauro Gommes, ao ver as fotos, da biblioteca: “Até que enfim, cheguei em Portugal.”

Leia mais alguns poemas desse livro




18 de julho de 2018

ATLETA

Já fui atleta.
Venci muito torneio e campeonato.
Desse tempo, o pouco que me resta
é apenas esse imóvel retrato.
(Admmauro Gommes)


11 de julho de 2018

VESTIBULAR FAMASUL-FACIP 2018.2


Estão abertas as inscrições do Vestibular 
Famasul-Facip 
até o dia 3 de agosto de 2018.

Depoimento:
“A maioria dos bons profissionais que militam na educação da Mata Sul Pernambucana e Norte das Alagoas teve sua formação da Famasul. Assim, quem se matricula nessa faculdade escolhe uma boa carreira profissional. A novidade é que, além do curso superior de Administração, a Facip oferece o CURSO DE TECNÓLOGO EM GESTÃO DE RH. Isso representa novas oportunidades de estudo e, consequentemente, mais emprego qualificado.” - Professor Admmauro Gommes


27 de maio de 2018

PALMARES NA CHUVA

             
       Admmauro Gommes

Entre prazeres e azares 
a sorte esconde as luvas. 
Em dias de fortes chuvas 
o medo assusta Palmares. 

Eu olhava a rua que dobra
as águas vinham subindo.
Que filme triste assistindo 
as águas como uma cobra.

Depois que passa a chama 
do pânico que incendeia
se vê a cena mais feia 
o mundo cheio de lama.

Limpando a dor que finda
logo aparece a bonança 
com raios de esperança  
surge Palmares mais linda.


15 de maio de 2018

A BIBLIOTECA DE VITAL CORRÊA


O poeta Vital Corrêa de Araújo está construindo uma biblioteca na Agrovila Liberal, em Água Preta. O projeto audacioso tem a assinatura de José Rodrigues. Um detalhe: a biblioteca ficará “dentro do mato” numa região que apresenta vegetação remanescente da Mata Atlântica (Mata Sul de Pernambuco). Vale conferir. Ainda este ano, será inaugurada, contendo milhares de livros da coleção particular do escritor.

Veja a reportagem:

José Rodrigues, Admmauro Gommes e Vital Corrêa



12 de maio de 2018

DOIS AMIGOS COMPLETAM IDADE NOVA

    Por Admmauro Gommes
               Para Kennedy, com muita Graça

Tudo que é extraordinário
Se firma enquanto o tempo passa
Parabéns a Kennedy e a Graça
Por mais um de seu aniversário.
É momento já extraordinário
Que não falte o pão de cada dia
Haja paz, esperança, calmaria...
Nossa amizade há muito se aprova
Dois amigos completam idade nova
Isso é motivo de alegria.




O AMOR DE DEUS AQUI NA TERRA

por Admmauro Gommes

Celina Gomes
Todo mundo fala de um amor 
E que ama pra sempre, de verdade 
Mas basta qualquer contrariedade 
Que o ódio aparece com furor. 
Só um ser ultrapassa tanta dor 
Pra salvar o seu filho de uma guerra 
Seu instinto é certeiro e não erra 
Pois conhece o filho que alimenta 
Uma mãe é um ser que representa 
O amor de Deus aqui na terra. 

Ela entende do filho o querer 
Antes que diga uma só palavra 
A vontade não dita ela grava 
E não precisa nada mais dizer 
Mesmo que ele venha esquecer 
Do carinho materno que encerra 
Quem não ouve a mãe logo se ferra 
Seu conselho é puro e sustenta 
Uma mãe é um ser que representa 
O amor de Deus aqui na terra. 






5 de maio de 2018

COM A TECNOLOGIA É ASSIM

Hugo Allan

por Admmauro Gommes


Com a tecnologia é assim: se você não se cuidar, em pouco tempo, pode ficar desalfabetizado. Ouvir uma música, por exemplo, atualmente, exige um conhecimento tão sofisticado e instantâneo que quase não se sente o prazer, o sabor, na apreciação musical. 

O meu neto, de cinco anos de idade, encontra com facilidade, no celular, o ícone que tem um microfone, aperta e diz: música. Aí um monte de músicas do mundo inteiro aparece na tela. Ele escolhe e passa a ouvir trezentas composições no mesmo instante. 
No meu tempo, era uma aventura. Para escutar uma canção de Maria Bethânia, se procurava em uma coleção de discos, dezenas, centenas, arrumados na estante. Buscava-se uma especial, com muito zelo, como quem está folheando preciosidades. Quando encontrava o disco, pegava na mão, tirava-o da capa, ainda protegido por um fino plástico, para evitar arranhões. Com uma flanela, limpava-se a face do long-play, do LP.
Abrindo a tampa do passadisco, com o dedo indicador, puxava-se para direita o braço da radiola. Neste, havia uma agulha que apontava para o início de cada faixa de música. Com muito cuidado, se colocava o disco no centro do aparelho de som e lá havia um pino. Era preciso aprumar o buraco do disco e acertar exatamente naquele pino. Ligado o som, a parte que ficava por baixo do disco começava a girar. Nesse momento, era necessário ajustar a qualidade e o volume. A tampa da radiola era fechada, seguindo verdadeiro ritual para ouvir uma música. 
Com a sutileza de um monge, corríamos para o sofá, onde ficávamos atentos a cada palavra cantada. Enquanto o disco rodava, íamos girando e revirando a capa para completar o deleite. Ali, tínhamos conhecimento dos compositores, quando foi lançado o disco e até mesmo o nome da gravadora. 
Eu conhecia todas as músicas de Roberto Carlos. Uma por uma. Quem fez e quem não fez. Ligava a canção à fotografia da capa do álbum, circunstâncias de quando foi gravado, enquadrava o cantor no período histórico da MPB, e tecia comentários sobre shows, recordes de vendas e prêmios recebidos. Ufa!
Eu sabia muito. Eu sabia tudo. Hoje, eu não sei mais nada. Tenho que aprender tudo de novo, com meu neto. 


22 de abril de 2018

ELEIÇÕES 2018


SITUAÇÃO X OPOSIÇÃO 
Admmauro Gommes

A situação é muito complicada no Brasil 
Pior: é que pode ainda mais se complicar. 
Mesmo quem não tem fé, comece a rezar. 



16 de abril de 2018

DE MÃOS DADAS PELA PAZ

              Admmauro Gommes

A paz está em mim 
mas deve ser coletiva 
tem asas da liberdade 
repousa serenidade 
a mente sempre ativa. 

Não é uma coisa externa 
não vem de outro lugar 
existe dentro da gente 
em luta constantemente. 
É terra pra conquistar. 

De mãos dadas caminhamos 
para o encontro da paz 
como dois apaixonados 
palmilhando lado a lado 
por sentimentos iguais. 

Está em mim, em você. 
Não procure uma saída 
na droga e na mentira 
que a falsidade inspira. 
Da paz depende a vida. 



17 de março de 2018

INCÊNDIO


Admmauro Gommes

Escrevendo por capricho
tracei de amante um plano
mas por um grande engano
joguei na lata de lixo.

E sem prestar atenção
provoquei fogo na escrita
tanta palavra bonita
se transformou em carvão.

A vida é mesmo assim
um dia, sonho encantado
no outro, tudo queimado.
Fiz um incêndio em mim.



11 de março de 2018

BODAS DE ERVA

      Admmauro Gommes

 
Faço bodas de erva. 
Provando do mesmo aroma 
por quase três décadas 
agucei o olfato por lawanda 
entre oréganos e 
daqui a pouco é pérola 
prata, de amante 
entre uma salsa e outra 
destaco a pimenta de todos os pratos 
salpicados de alecrins 
e aromas mediterrâneos. 

Um verdadeiro amor ama por dois 
e se o outro se esquece, ele permanece 
como imortal aroma das essências. 

Amo-te com o infinito de minhas forças 
e enquanto houver vida
haverá minha veneração 
e a minha total dependência. 

Não é um amor feito de carne 
nem dela precisa para ser amor 
sobrevive das fagulhas e dos lampejos  
que vertem dos olhos da amada. 
Não exige nada em troca 
nada que se corrompe ou se estraga. 

Palmares, 11 de março de 2018