23 de abril de 2014

O BARROCO COMO ARTE DA CONTRARREFORMA

LITERATURA BRASILEIRA I

Rubiana Ferreira (Letras/FAMASUL-2014.1)

O Barroco, denominação atribuída ao primeiro movimento literário brasileiro, abrange em seu contexto, diversas características que o compõem, dentre elas, destaca-se no trecho de “Sermões de Padre Vieira”, que está escrito em estilo conceptista, enfatizando o jogo de ideias, em prosa; há o dualismo, forma que expressa o contraste, entre o materialismo e o espiritualismo; o céu / inferno; enfim, entre duas faces, como em : “Veja o céu que ainda tem na terra...” e “Saiba o Inferno que ainda há na terra...” Há também a arte da Contrarreforma, pois, cita textos bíblicos, em : “Ide, e pregai a toda a criatura”.
Dentro do estilo Barroco, o Pe. Antônio Vieira é um dos maiores destaques, pois, representa a Igreja Católica em seu meio de tensões, com a Arte da Contrarreforma, movimento que surgiu através das denúncias de Martinho Lutero, que acusava a Igreja de abuso aos fiéis. Com isso, iniciou-se o movimento da Contrarreforma, como resposta aos protestantes, para resgatar os fiéis e renovar a fé cristã que estava abalada. Vieira foi um marco na história, pois encabeçou uma luta pela Igreja Católica, a fim de mantê-la em predominância.




Nenhum comentário:

Postar um comentário