3 de maio de 2016

DIA DAS MÃES

LONGE DA MÃE AMOROSA
   Poema de Admmauro Gommes

Longe da mãe protetora
Um filho perde o sorriso
Distante do paraíso
Sua dor é duradoura.
É coisa devastadora
Su’alma sempre abatida
Tem a face ressentida
Anda errante qual judeu.
Quem a sua mãe perdeu
Perdeu metade da vida.

Longe da mãe amorosa
O verão é tão gelado
O inverno é abafado
A primavera é penosa.
No outono falta rosa
A alegria é perdida
Falta paz, falta guarida
Quase se vira um ateu.
Quem a sua mãe perdeu
Perdeu metade da vida.

Se sua mãe ainda vive
Dê um beijo em sua face
Reproduza esse enlace
De seu amor não se prive.
Quanto mais que se convive
Mais se ama a mãe querida
Tão divina, tão sofrida
Que mais ama o filho seu.
Quem a sua mãe perdeu
Perdeu metade da vida.



Um comentário:

  1. Belo poema em frases e versos que expressa o verdadeiro sentimento daquele que é grato a Deus pelo o dom maior e a mais rica das riquezas que é ter uma mãe e mesmo a que perdeu jamais a esquece. Parabéns e muito obrigado. Um forte abraço!

    ResponderExcluir